Lordose

Lordose é o termo usado para descrever uma curvatura lordótica excessiva da coluna vertebral, ou que se curva para dentro. A lordose excessiva da coluna lombar pode ser uma fonte de dor.

O que é lordose?

Um certo grau de curvatura é normal na coluna vertebral humana. Quando você olha para o seu corpo de lado, você pode ver as curvas internas e externas suaves do pescoço, costas e região lombar, que são necessárias para manter o corpo alinhado sobre a pelve.

  • A cervical tem uma curva lordótica, o que significa que ela se curva para dentro.
  • A coluna torácica tem uma curva cifótica, ou seja, ela se curva para fora.
  • A coluna lombar também tem uma curva lordótica.

Estas curvas ajudam a coluna a suportar a carga da cabeça e da parte superior do corpo, e a manter o equilíbrio. Curvatura excessiva, no entanto, pode resultar em desequilíbrio vertebral. Quando a coluna vertebral se curva muito para dentro, isto é chamado de lordose.

O que causa lordose?

Lordose pode se desenvolver em qualquer idade. Certas condições podem contribuir para a curvatura excessiva para dentro da coluna vertebral, incluindo osteoporose (fragilidade óssea / enfraquecimento), obesidade, espondilodiscites (infecção do espaço do disco vertebral), distúrbios neuromusculares, cifose torácica (curvatura excessiva da coluna vertebral para fora), espondilolistese (escorregamento de uma vértebra sobre a outra) e acondroplasia (nanismo). Lordose também pode ser o resultado de má postura.

 

Quais são os sintomas da lordose?

O sinal externo mais notável da lordose é uma proeminência das nádegas. A condição também pode causar aumento da pressão sobre os músculos das costas e sobre as articulações facetárias, resultando em dor lombar. Se a curva da coluna vertebral é significativa, a amplitude de movimento normal pode ser afetada.

Como é a lordose diagnosticada?

Para confirmar o diagnóstico de lordose, o médico pode, além de tomar o seu histórico médico e realizar um exame físico, recomendar um teste diagnóstico, como um raio-x, tomografia computadorizada (TC) ou ressonância magnética (MRI).

Como é  tratada a lordose?

Terapias não cirúrgicas para o tratamento da lordose incluem:

  • Analgésicos e anti-inflamatórios.
  • A fisioterapia para aumentar a força, flexibilidade e amplitude de movimento na parte inferior das costas.
  • A redução e controle do excesso de peso.

A intervenção cirúrgica é rara nesta condição, e somente pode ser considerada se a curva é grave, se há indícios de envolvimento da medula espinhal, e/ou se as terapias não-cirúrgicas não conseguiram prestar socorro depois de um período de tempo razoável.

Discuta sua condição cuidadosamente com seu médico, e confie em seu julgamento sobre o tipo de tratamento mais adequado.

Diagnósticos


Warning: Use of undefined constant title - assumed 'title' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/storage/5/81/c1/cristianomenezes1/public_html/wp-content/themes/cristiano2016/single.php on line 89

Warning: Use of undefined constant ASC - assumed 'ASC' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/storage/5/81/c1/cristianomenezes1/public_html/wp-content/themes/cristiano2016/single.php on line 90

Assinar
Newsletter